terça-feira, outubro 12, 2004

Não consigo fazer
com que as palavras
saiam da minha boca
em rumo ao teu ouvido

A fonte dos sentimentos
perde-se sempre
que quero falar contigo

Queimei o mapa
e soprei as cinzas
para destino desconhecido

Só te consigo gostar
neste papel branco sujo
só aqui as palavras
se desenham

Não penses o que não sabes
as conclusões não foram
feitas para os amantes

Deixa as minhas mãos
velar os teus olhos
e sente.

(10-10-04)

2 comentários:

MONALISA disse...

Agora é a minha vez de te dizer: continua. Gosto.
Um beijinho.

Cacau disse...

Obrigada pelo incentivo :)

Beijo