terça-feira, outubro 12, 2004

O tempo
meu amor
é a cadeira
onde me sento
enquanto
tu te demoras.

(9-09-04)

2 comentários:

Ella disse...

:) sempre referi poemas pequenos onde se condensam sentimentos em imagens

clAud disse...

tu sabes umas coisas...