quinta-feira, outubro 21, 2004

A tristeza ocupou-me
o corpo em forma de noite
e o sorriso encaixou-se
na poesia de outrora
(momentos inacabados)

Fugiram-me os sentimentos
em cubos de imagens
e o amanhã demora-se
a chegar.

(Os últimos cinco poemas foram escritos na última madrugada, ao som de Me, myself and I dos The Gift e Roads dos Portishead.)

10 comentários:

Anónimo disse...

Nem ontem, nem amanhã... só hoje tem som, cheiro e cor!
sotavento

PreDatado disse...

E o amanhã ainda não chegou para eu conhecer os teus caracóis.
Pelos entretantos que o tempo nos consagra vou conhecendo os teus poemas.

Um beijo.

katraponga disse...

"Fugiram-me os sentimentos
em cubos de imagens"

É uma imagem bonita! :)

lua ( disse...

estão qualquer deles muito bonitos! Parabéns pelo blog... voltarei :)

Lara K. disse...

Querida,

Obrigadíssima pela visita ao meu Blog - espero que vás passando por lá de vez em quando!

Tal como prometi a mim mesma, vim cá hoje ler com olhos de ver os teus belíssimos poemas - Parabéns!!! Adorei, escreves maravilhosamente, tens um dom.

Aproveita esse fabuloso dom e vai-nos deliciando com as belas pelavras que usas.

Um beijinho muito grande,
Lara

Cacau disse...

Obrigada pelas vossas palavras :)
Dão-me muitas força e coragem para continuar!!

Beijos

Anónimo disse...

Espero k o amanhã chegue logo e k te traga mt felicidade... essa música dos The Gift não conheço, mas a Roads é linda, sei que ela é um bocado deprimente para ti estranho estares a ouvi-la.
beijos
Isabel

Ícaro disse...

Portishead e The Gift? São duas das minhas bandas favoritas, estou a ver que tens bom gosto! É impossivel ouvir a Roads sem entrar em transe, a música é simplesmente fenomenal...

Anónimo disse...

Oh linda... que poemas tão lindos! :) desconhecia esta tua faceta, que ainda me faz acarinhar-te mais: és mesmo um docezinho de pessoa! :)
beijinhos, cheios de saudades, da tua "mummy" ;)

Cacau disse...

São dois tipos de músicas bem diferente, mas não me consigo fixar em apenas um estilo quando escrevo :)

Obrigada pelos comentários e peço desculpa por nunca mais ter compartilhado convosco poesia :)