terça-feira, agosto 23, 2005

Tenho o coração fragmentado dos dias que cheguei adiantada á vida de alguém, dos dias que cheguei atrasada ao coração de outrem. Não me consigo sintonizar com o relógio do amor…perco-me nos seus ponteiros vezes de mais, perco-me no meu tempo mais do que devia…não sei agir com este coração fartei-me de colá-lo nas paredes da minha poesia, fartei-me de iludi-lo nos gestos de outros, no sorriso fantasiado que ergo quando digo bom dia ao mundo quando apenas quero adormecer fugir de tudo o que nasce dentro de mim.
Não te consigo encarar quando começas a ser tudo pelo que me identifico, dás cabo de mim nessa forma de apareceres sem aviso prévio sem bateres à porta…e nem sonhas o que fazes, nem sonhas como penso em ti e a certeza que tenho que te vou perder sem nunca te ter tido…dói-me a angústia de ser apenas a amiga que acolhe o teu coração quebrado, sem nem te sequer passar pela cabeça a possibilidade de eu ser a tal…desculpa mas não sei ser outra por quem um dia te pudesses apaixonar…só sei ser assim…

4 comentários:

m@nuel disse...

Entrei sem bater… a porta estava aberta.
Não estavas em festa aqui… mas transformaste a dor em beleza que é a maior realização humana, por isso se não te importares, hei-de voltar.

sonhadora disse...

Confesso que não vinha aqui há muito tempo ..passei hoje, procurando palavras ..

Procurando um cantinho onde sentar e sentir apenas ...

Li apenas este ultimo post, mas voltarei ( com mais tempo), se me permiteres ...

Obrigada pelas palavras e sentires bonitos que partilhas aqui e ali, no meu cantinho ..

Abraço meigo em ti *

carlitos disse...

Olá, é sempre complicado ter a consciência de estas coisas que abundam dentro de nós, mesmo quando são reveladas da melhor ou pior forma..é sempre complicado..
Mas também, se formos a ver a vida é isto, é sentir..é ser o mundo..é ser tantas coisas e sentir outras mais, até ao dia´em que estaremos plenos( De uma suposta identidade)..
Não existe tempo para amar, simplesmente amar sobre as horas e assegurar os ponteiros neste nosso coração...
Beijo

Gaivota disse...

Cada vez gosto mais que sejas assim e que escrevas assim...

Não podes ter as tuas horas trocadas, podes estar so um pouco descompassada do tempo que o relogio teima em marcar. Mas que se lixem as horas dos outros, teras sempre o teu tempo certo para tudo, ate para errar.

E se ele não te ve como queres é porque secalhar nao te mostras como es. Não sei.

Um beijo