segunda-feira, junho 05, 2006

Por dentro...

O amor. Saber abrir a porta quando o amor chega até nós. Saber reconhecê-lo. Denuncia-lo. Aceitá-lo. Mas na verdade quando o amor chega a porta já antes foi aberta. Não acredito no amor à primeira vista. Já acreditei. Já acreditei em muitas outras coisas. Tempos de ingenuidade. Acontece aos melhores. E eu faço parte desse círculo. Antes de abrirmos a porta ao amor, abrimos antes à paixão, ao contacto, às histórias que se partilham, às fotografias tiradas, aos sonhos, às discussões, às saudades. Tudo isto chega primeiro. E é a isto que temos que abrir a porta. Será fácil? Duvido. Eu gosto de viver todas estas particularidades mas mal oiço a palavra amor fecho a porta e vou-me embora. Já por muitas vezes me perguntaram o porquê. Penso que a minha resposta nunca foi a mesma. Talvez porque nem eu sei. Ou até sei muito bem. Uma das respostas é porque nunca o encontrei, o amor, o dito. Porque com o passar dos anos deixei de acreditar. São tantas as vezes que costumo dizer que quero acontecer, que quero que me aconteçam. Se o amor tiver que me escolher, escolherá e aí talvez eu consiga manter a porta aberta. Durante algum tempo. A extensão dos prazos faz-me alergia aos pensamentos.

Dizem que o amor é a melhor coisa do mundo. Concordo. Amar a minha família, os meus amigos mais próximos, amar-me a mim, amar a vida é das melhores sensações que se pode sentir. Chegar a casa e amar aquela que me recolhe ou se recolhe nos meus braços talvez complete este sentir. Um dia. Deixarei de querer mais do que o mundo. Um dia deixarei que leiam amor nos meus olhos. Um dia saberei que escolhi o caminho certo. Ou talvez não. Mas aqui estou eu. E continuarei sempre a ser eu.

5 comentários:

Anónimo disse...

Apaixonares-te pelo amor... Não por alguma maria que sobressaia das outras marias. Mas sim, pelo amor.

É isso que te falta... só isso.

Depois ele surgirá naturalmente.
...

relatosdeumruivo disse...

O amor... Essa flecha sem origem e sem destino.
Um dia chegará... Como tudo.

:)

Thiago disse...

Quando menos esperares surgirá!! Abre o coração...deita abaixo as muralhas que erguemos à volta do peito, e que, como dizia alguém, não deixam partir, nem chegar.

muitos beijos com saudades

Cátia disse...

Um dia chegará. Acredita.
Beijinho*

Maria dos Açores disse...

É tão bom o amor... amar... estarmos apaixonadas... é tão bom aquela sensação de borboletas na barriga... quando se ouve... quando se sente... quando se cheira... a pessoa amada