terça-feira, outubro 19, 2004

Perguntam-me:
Arrependes-te de alguma coisa que tenhas feito?

Respondo:
Arrependo-me de tudo o que fiz
de todas as decisões tomadas
das palavras gastas
dos poemas rejeitados
de tudo o que dei
de tudo o que perdi
de tudo o que podíamos ter sido
de tudo o que amamos
de tudo o que quis ser
e falhei.

4 comentários:

katraponga disse...

Nunca te arrependas de nada que tenhas feito, é sempre muito fácil ver as coisas à distância, tomar decisões a posteriori...

Tens é de seguir em frente e ter sempre esperança, para que possas também escrever o reverso da medalha:

Orgulho-me de tudo o que fiz
de todas as decisões tomadas
das palavras gastas
dos poemas aceites
de tudo o que dei
de tudo o que perdi
de tudo o que posso vir a ser
de tudo o que amamos
de tudo o que quero ser
e hei-de conseguir.

www.katraponga.weblog.com.pt

Anónimo disse...

Obrigada pelo comentário no meu blog. Gostei muito do teu blog, escreves o que sentes e também o que eu sinto. Vou linkar-te por lá, ok?Beijos*

Dèbora - www.sweetdejavu.blogger.com.br

Anónimo disse...

"... e falhei"? Ai, ai, Cacauzita!
Os caminhos percorridos desenham somente os caminhos por percorrer... :)
sotavento

Cacau disse...

Obrigada pelos vossos comentários!!!! :)