quarta-feira, dezembro 22, 2004

Na muralha
uma imagem:
A vida
unicamente isto

Viver os dias suficientes
para em nós nascer
a certeza
que a vida não se perde

Apenas se ganha

Mesmo na morte.

3 comentários:

monica disse...

continuo a gostar de cá voltar e ver os teus poemas. gosto da garra com que escreves.

Mersault disse...

A dor é um ensaio da morte que chegará. a vida é trânsito y em ela esperamos que aconteçam nossos sonhos.

Um prazer ler a tua poesia.

Um beijo.

Cacau disse...

Obrigada pelos vossos comentários medusa e william :) São uns queridos.

Beijinho