sábado, março 12, 2005

"I will fight against those walls,
I will love against those walls,
I will dream against those walls (...)"

Trago-te por baixo da pele, porque assinas em mim, o trajecto a percorrer, o mapa que o teu corpo desenha em sons, em sinais lentos, sôfregos de paixão.
Por vezes olho-te e paro o tempo com as mãos, trago nelas o melhor do mundo que se constrói em dunas quando assim o queremos, o permitimos - porque a voz é nossa, meu amor, a música fez-se minha e deu-se tua quando em passos inquietos e movediços lambemos o medo, a insegurança em nosso redor. E pergunto-te, sentes o instante que se ganha quando caímos uma na outra e a noite fecha-se em nossos seios acordados e mergulhámos na ânsia de perpetuarmos os segundos, o momento em que apenas existimos nós, na velocidade de nos termos, de nos amarmos e ficarmos.
Trago-te por baixo de cada pensamento, de cada lágrima, de cada palavra esquecida, de cada beijo que ficou por dar porque é assim que escrevemos o destino, é assim que nos damos no abraço que acreditamos.
E mais que tudo, trago-te na poesia dos meus dias.

18 comentários:

sotavento disse...

Quando o coração bate apressado, as palavras escorregam leves!... :)

Litostive disse...

Cacau!
Onde andas tu rapariga?!
(Texto lindo, como sempre!)

Beijo...

(Ando tristinha outra vez...)

Aran disse...

Está muito bonito este teu texto! Adorei! beijinhos

Vera Cymbron disse...

Já estava com saudades tuas!
O teu texto é muito bonito.
Jinhos....

souuma disse...

E trazes-nos também cada pormenor teu... vosso...

AlmaAzul disse...

... arrepiei-me... ;)*

Gaivota disse...

Lindissimo... mesmo...
Gostava de saber roubar palavras, hoje roubaria as tuas e dançaria com elas a noite toda para quem me quisesse ver assim, como tu [me] escreveste.. Lindissimo

whitesatin disse...

"Trago-te por baixo de cada pensamento, de cada lágrima, de cada palavra esquecida, de cada beijo que ficou por dar porque é assim que escrevemos o destino..." Adorei!!! Faz todo o sentido. Beijo grande. P.S.- passa lá no meu cantinho :)

folhasdemim disse...

Gostei muito do que escreves por aqui. Beijokas, Betty :) (www.desfolhada.blogspot.com)

monica disse...

olá! andas muito desaparecida... mas surpreendes sempre quando apareces!

Anónimo disse...

...
...
...
...

uff, uff, uff... e mais não digo sobre este teu texto/declaração/poema em prosa, o que quiseres. E não digo para equilibrar um pouco a tão típica "tagalerice" tua ;)
Julgo que entendeste o que penso do que escreveste.

Beijinho,

Sandra
(http://www.void.weblog.com.pt)

Anónimo disse...

"tagarelice", eu diria. Assim é que é. Eheheh...

Beijokas ;)

Sandra
(http://www.void.weblog.com.pt)

Anónimo disse...

"tagarelice", eu diria. Assim é que é. Eheheh...

Beijokas ;)

Sandra
(http://www.void.weblog.com.pt)

Maria do Céu disse...

Por aqui passo a primeira vez e estou a gostar deste cantinho... Autora do livro "Sentimentos no Silêncio" - Voltarei...Cumprimentos

Maria do Céu disse...

Por aqui passo a primeira vez e estou a gostar deste cantinho... Autora do livro "Sentimentos no Silêncio" - Voltarei...Cumprimentos

fairy_morgaine disse...

o amor escrito no seu melhor

André Ferreira disse...

Isso isso! Abaixo os muros. Gostei deste blog, tenho que voltar mais vezes.

Dora disse...

Também eu venho aqui pela primeira vez e adorei o teu texto - belíssima menifestação de um amor pleno! Continuação de bom fim de semana :-)