quarta-feira, julho 26, 2006

Regressaste a casa pelas 6h da manhã. Tinhas os efeitos da noite marcados nos teus olhos. No aspecto da tua roupa. No teu cheiro de mistura de pessoas. Mistura de tudo e mais alguma coisa. Fizeste barulho. Acordaste-me. Estavas num amanhecer em que te apetecia conversar. Despiste-te e sentaste-te a meu lado. Tocaste-me o cabelo. Olhaste-me mais profundamente do que eu poderia querer. Falaste da tua noite. Das pessoas. Dos lugares. Escutei-te num silêncio de quem não quer saber o que fizeste. Num silêncio de quem se está a foder para ti. É isto que acontece quando chegas de madrugada e queres conversar. Eu simplesmente deixo de me importar. E tu danças pelas palavras como se fosses importante. Como se fosses importante para mim. Mais do que o meu sono. Mais do que a minha própria insanidade mental. Não o és. Mas gosto que penses que és. Assim fodes mais outras pessoas e tens menos necessidade de foder comigo. A nossa relação é perfeita. Sempre to disse. Eu vivo os meus dias concentrada em mim enquanto tu achas que és o que mais importa na minha vida. E passeias-te cheia de luz pelos dias. Com um sorriso vitorioso. Com um ego patético de quem se conhece muito bem e de quem acha que é o centro do mundo.

Daqui a minutos calas-te.
Daqui a horas acordas com o tesão a morder-te o corpo.
Daqui a dias a nossa relação deixará de ser perfeita
Porque vou dizer-te
Que tudo o que achas que é verdade, certeza
É mentira
É incerteza.

11 comentários:

Safada disse...

Gosto de encontrar o meu reflexo nas tuas palavras =)

*

MalucaResponsavel disse...

Ola, gst bastante da frm descomplicada com q falas das coisas... :)

Spiritman aka Bacardiman disse...

Diria também que... a única verdade é a mentira!!! Pois a verdade é sempre relativa...

Cumprimentos mixed by Jameson 12 anos!!!!

JMB a.k.a. GIRASSOL disse...

gostei

nenhum existe disse...

Foda-se! Que podemos dizer? Vêmos o "filme" nas tuas palavras. Passar essa mensagem não é fácil, mas tu consegues fazê-lo muito bem!

sotavento disse...

Bem visto, sim, senhora!... ;)

Cátia disse...

aquilo que consideramos verdade e assumimos como uma certeza está tantas vezes errado...e muitas vezes aquilo de que duvidamos é simplesmente a coisa mais verdadeira.

estranha vida esta, que nos cruza e descruza as nossas vontades, sonhos e desejos. que impossibilita uns e facilita outros...

beijinho

rouxinol de Bernardim disse...

Penetras muito bem no âmago da coisa!...

visceral disse...

e é na incerteza que tudo se movimenta... depois do reboliço, põe-se em causa e traçam-se outros traços...

b* nos pedaços da tua poesia

Natalie Afonseca disse...

OLá Cacau!
Passeip por aqui para te ler, claro, e para te deixar um olá!!

Estou funalmente de férias!! :)

Bjs

musalia disse...

nada é adquirido...se assim o pensamos acabamos por perder o que, afinal, é tão efémero...

beijos.