terça-feira, agosto 01, 2006

Deixei de me esconder pelo tempo. Deixei de renegar o que sinto. Não consigo ser mais uma sobrevivente. Não consigo mais ser um poço de ar que se arranha para conseguir acreditar. Acreditar. Durante os últimos quatro anos, falaram-me de amor, tentaram encantar-me com palavras, não sabendo elas que já eu sou a rainha das palavras. As palavras são o meu alimento diário. Não é por elas que me provarão o amor que dizem sentir por mim. Não será por sorrisos. Não será por beijos infiltrados na pele. Não será por histórias encantadas e por destinos inventados. Deixei o poder de me encantar num monte verde. Deixei a fé no amor num barco que construí no meu corpo. Engoli-o ao mesmo tempo que mastiguei o amor rezado pelas mulheres que me disseram amar. Acusaram-me de pouca entrega. De ser egoísta. De só pensar em mim. De só querer sexo e desafios a toda a hora. Acusaram-me de dar pouco. De não saber o que é sentir a entrega de um abraço. Um afago. Uma palavra bonita. Acusaram-me de desistir de um amor que nunca foi por mim sentido.

Não quero que espraiam o amor sobre o meu ser
Não o saberiam fazer.

Vocês nada percebem do amor
Confundem-no com palavras
Com sorrisos
Com entrega
Com dar
Com receber

Com orgasmos
Resolvidos
Depois de fazerem o tal amor.


Digo agora:

Vocês que me acusaram
Vocês que me choraram
Vocês que me quiseram prender o coração
Vocês que quase que morreram
E após tão pouco tempo
Já estavam nos braços de uma outra
A quem amariam da mesma maneira
Como a mim disseram amar.

Tudo o que saiu da vossa boca
Das vossas mãos

Soa-me a mentira
A repetição
A maldição.


Eu não percebo nada de Amor,
Só percebo:

As palavras
Os sorrisos
O querer
O desejo
O escuro
A dor
A frustração
A inquietação
As insónias
A razão
A mentira
O fingimento.


Vocês
Que julgam
Saber o que é o amor

Vocês que julgam
Que me souberam amar


Nada sabem.

Pouco sabem
Sobre o sentir.

6 comentários:

Safada disse...

E então? O que é o amor? Pergunto eu que só conheço a vontade de amar.
(talvez a pergunta seja retórica, talvez não seja capaz de lhe encontrar resposta, talvez não queira saber o que é o amor, mas obrigada por me teres feito pensar nisso)

*

sotavento disse...

Ora, ora, como eu compreendo este texto!... :)

Natalie Afonseca disse...

uau! O que é o amor!!???
Hehe!
Muito bom!
Já na ilha, na praia? hehe!
Eu vou dar um giro!

meu msm : natalie_afonseca@hotmail.com

Fica bem ***

Moon_Lady disse...

Muita gente fala do q não sabe...
E ainda mais gente pensa q sabe o q nao sabe...

Essa ignorância afecta-te agora?

Vá priminha...

Só sei q nada sei...

***

Diva disse...

Suspiro...
E mais não digo...

MalucaResponsavel disse...

Ola, este txt encaixa-se perfeitamente na mnh historia com um ex... que dizia que me amava e que eu acabei com ele por ser egoista e fria, mas que gostava dele, ele sabia que sim, mas passado uns dias ja estava nos braços de outra, a "amá-la" como dizia amar-me a mim... bj