quarta-feira, setembro 06, 2006

Vens falar comigo, vens-me falar do teu amor, do que esta tua nova relação te trouxe. Dizes estar feliz. Dizes que nunca antes tinhas conhecido tamanha felicidade. Dizes que nada poderá derrubar este amor. Porque o amor verdadeiro não se derruba. Falas-me que vivem juntos. Falas-me dos jantares que fazem a dois. Falas-me dos fins-de-semana de loucura. Falas-me que o sexo nunca foi melhor. Para ti tudo o antes não foi um nada de viver. Agora sim isto é viver.

Vens até mim, e eu oiço-te como a grande amiga que sou, e adoro saber que estás feliz, mas preciso de te avisar sobre o amor, sobre esse teu estado de felicidade que julgas inabalável:

Esse teu amor não é eterno, acabará, e quando acontecer tu vais cair, vais deixar de acreditar na vida. Vais deixar de acreditar nas pessoas. O amor para ti igualará a morte. Vais-te esquecer de ti. Vais fechar-te em casa. Sexo para ti será a mesma coisa que nada. Poderão entrar de ti que só um nada sentirás. Sim, para ti tudo será indolor. A partir de agora.

Porque o amor é assim. Preciso de te avisar, que o amor dá-te a provar o melhor que existe. E depois ele foge, acaba, morre – porque é assim que as coisas são…e depois viverás com o desespero de estares num fundo de um poço negro…e as pessoas chegarão até ti, e falarão contigo e a única coisa que tu vais dizer para ti será: Estas pessoas são tão diferentes de quando eu vivia o amor.

Porque tudo é diferente. Os dias. As horas. A forma do teu corpo na cama. A textura dos teus lábios. A humidade do teu sexo. A fragilidade de como se vê as coisas. As palavras caem no vazio. O coração fica eternamente fechado. Tudo é diferente, até nós somos diferentes, porque quem prova o melhor que há deixa de saber viver no depois.

E dizem que o amor é a melhor coisa do mundo. Preciso de te avisar que depois a vida não será a melhor coisa do mundo.

Nem tu.

6 comentários:

Natalie Afonseca disse...

O amor...o amor...o amor!!!
É isso e tanto mais!!
É bom....como pode ser mau!!

............

Beijinhos
:))))))

Raio de Sol disse...

Deixa-a sonhar!

Beijo quente
Raio de Sol

relatosdeumruivo disse...

Que forma mais cruel mas ao mesmo tempo tão sensata de analisar as coisas! Gostei mesmo, Parabéns.
E já tinha saudades de passar por aqui...

:)

Maria dos Açores disse...

Já dizia o nosso amigo Camões:

"Amor é fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói, e não se sente;
é um contentamento descontente,
é dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
é um andar solitário entre a gente;
é nunca contentar-se de contente;
é um cuidar que ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
é servir a quem vence, o vencedor;
é ter com quem nos mata, lealdade."

Moon_Lady disse...

Sim, o amor é realmente viciante...

E a convalescença da queda metafórica q referiste pode durar imenso tempo...demasiado tempo.

Mas já dizia o outro, cobarde não é qem sofre por amor...ms sim qem não ama por ter medo de sofrer.

*

Crystal disse...

Discordo em algumas partes, concordo em muitas mais...O fim de uma amor não é o fim da vida, novas vidas renascem, outras alegrias se sobrepõem...Podem não ser as mesmas, podem não ser iguais, mas vão-nos permitindo acreditar que existe muito mais no mundo e na vida que ainda não chegou a nós.

Gostei de te ler