segunda-feira, março 26, 2007

Quando a música terminar, a tua voz continuará a entoar as minhas palavras. Não haverá um fim com ponto final.
É no derrame do teu corpo que o desejo se senta e aguarda o caminho.
Aguarda-me à tua janela, mesmo quando o frio te arrebate, eu aparecerei com lágrimas ou a sorrir.
Quando tudo se tornar irreversível, saberás distinguir
o meu riso
o meu gosto
o meu toque
o meu medo
a minha insegurança
a minha vontade
a minha certeza
o meu Amor
do das outras pessoas?

2 comentários:

joanaphoenix disse...

nunca se pode pôr um ponto final a uma paixao..por + q se keira.
gostei mt :)..todas essas duvidas e o modo com as expressas..mt bonito.
beijoss ***

Mia disse...

Eh pah tenho que perguntar: já voltaram? É que essa intensidade toda... tem que vos juntar, plizzz
Grandes posts
Intensos posts