terça-feira, abril 17, 2007

Quando chegámos ao ponto de não nos sentirmos admiradas, incentivadas, desejadas, adoradas, amadas


o que fazer?



Quando achamos que isto é o melhor que vamos receber


o que fazer?


Quando os sonhos se derrubam, o amor-próprio se interroga e tudo te entristece e morre por dentro de ti?


O que fazer?

3 comentários:

Anónimo disse...

Morrer e nascer de novo. Ser Fénix. Ser Escorpião. Ser meteorito em queda livre. Ser vulcão em erupção.
Pois após a tempestade, surge sempre a bonança.
Acima de tudo, não percas a Fé naquilo em que sempre mais acreditaste. Ela move montanhas e mover-te-á a ti também, mais cedo do que julgas.

Natalie Afonseca disse...

Há tanto por fazer......
.....agora, ver-te, e tu a mim, em Londres é que foi demais....o mundo é assim tão pequeno???

Lol

Beijinhos

brisa disse...

embriaga-te todas as noites até te esvaziares da dor, até não sentires mais nada, nem a ti mesma. e uma noite não terás vontade de beber. terás vontade de recuperar os sentidos e as emoções. de te reconstruires a ti própria. e então renascerás. e reconhecer-te-ás no espelho. e voltarás a acreditar em ti própria e a amar-te, a querer acordar de manhã e pentear o cabelo e lavar os dentes e escolher uma roupa sem nódoas. e então poderás apaixonar-te de novo. de coração aberto, com a ferida que ficou, já quase seca a um canto... e o cérebro a fervilhar de ideias... e o corpo sedento. mais uma vez.