terça-feira, dezembro 20, 2005

Aviso: texto com baixíssima qualidade

Por vezes a tua presença é insuportável.
E quero que desapareças, que deixes de telefonar, que deixes de sorrir com esses lábios
que me confundem a respiração, que me retiram por minutos para um lugar aparte.

Quero que mantenhas a boca fechada, as mãos escondidas, e os olhos…os olhos…esses preciso que mos dês…para poder perceber que te dizem eles quando me olhas, quando sinto algo da tua parte…preciso que eles me digam que estou certa…que de facto sentes.

Não posso sentir isto. Não posso dar-me quando não há retorno.
Não posso fechar os olhos e esperar que chegues e me agarres.
Não posso precisar de ti mais do que de mim.

Tudo o que está à minha volta foi criado por mim,
e tu não podes chegar e impores-te,
e conseguires que tudo o resto deixe de fazer sentido.

Tenho um mês para achar que gosto de ti
Depois acabou.

6 comentários:

soldeinverno disse...

Aqui ficam os meus votos para que todos os vossos desejos se tornem realidade, sempre que pedidos com muita fé e esperança, e que o vosso Natal seja em paz, rodeados da família ou de quem mais vos ame, para que dentro dos embrulhos não vá apenas uma prenda, mas ternura, amor e carinho mascarados com papel e fita...jinhuz e volto sempre...

Scorpio_Angel disse...

Está aí uma bela resolução: "Um mês para achar que gosto de ti. Depois acabou."

:*

sotavento disse...

LOL
A qualidade é "baixa", porquê?!... ;)
30 dias?!... Isso é assim como que um pré aviso de despedimento?!... ;)

Nel disse...

ha muito que leio a intensidade das tuas palavras e a sensibilidade mal escondida, hoje venho desejar-te um Bom Natal... um Bom Ano... ou outra coisa qualquer mas boa.

nuno disse...

Aviso: Texto de altíssima qualidade! Se não dá quem sou eu para dizer o contrário....

PreDatado disse...

Feliz Natal e um óptimo 2006 minha querida XL.